jump to navigation

Dois anos depois… 17/01/2009

Posted by Thiéres Rabelo in Artigo.
trackback

Hoje, 17 de Janeiro, completam-se dois anos que Pacers e Warriors concretizaram uma megatroca, que envolveu oito jogadores. Resultados? Ainda por vir.

Dos oito jogadores, apenas três continuam nos dois times envolvidos. Dunleavy e Murphy, no Pacers, e Stephen Jackson, no Warriors. Do dia da troca até hoje, o Warriors tem uma campanha de 83 vitórias e 83 derrotas, enquanto o Pacers tem 66 vitórias e 100 derrotas. Os californianos foram aos Playoffs na mesma temporada da troca, eliminando o então líder Dallas Mavericks na primeira rodada. Na temporada seguinte o time teve uma campanha ainda melhor, com 48 vitórias, mas não foi à pós-temporada. Hoje, o Warriors não tem uma boa equipe. Tem ótimos jogadores individualmente, mas o jogo coletivo não funciona. Com isso, a campanha atual do time é de 12 vitórias e 29 derrotas.

Do lado de cá, Indiana teve uma péssima campanha depois da troca, não indo aos Playoffs pela primeira vez em 10 anos. Na temporada seguinte, sem muitas mudanças de elenco, sem escolhas no Draft e com um treinador novo, o Pacers passou muito perto, mas não foi aos ‘Offs novamente. Na atual temporada, com oito novos jogadores e muitas contusões, os hoosiers tiveram dificuldades para se acertar. Porém, em minha opinião, a equipe finalmente se encontrou e tem boas chances de chegar à pós-temporada.

No final das contas, vê-se que para o Warriors a troca foi algo a curto prazo. Para o Pacers, ela fez parte de um processo de renovação, que pode dar seus frutos nesta temporada. Chegando em Junho veremos qual diretoria trabalhou melhor nesses dois anos.

Olhando cada jogador:

Mike Dunleavy

Dunleavy chegou ao Pacers com 26 anos, um salário de mais de U$ 7 milhões e em seu melhor ano teve médias de apenas 13,4 pontos. Para a maioria dos torcedores ele seria apenas um jogador a ir embora no fim do contrato para esvaziar a folha de pagamento. Mas não foi bem assim. Nos 43 jogos que disputou na temporada 06-07 seus números foram os melhores da carreira em vários quesitos, apesar de no total não serem. Mas na temporada seguinte ele foi, junto com Danny Granger, o melhor jogador do time, somando 19,1 pontos de média. Ele é hoje peça fundamental no esquema do Pacers. Indiana saiu ganhando.

Troy Murphy

Murphy também não foi um grande destaque na Califórnia. Sempre foi um bom arremessador de três pontos e um bom reboteiro, mas nada que o faça merecer U$ 9 milhões de salário. No Warriors ele sofreu com muitas contusões, mas no Pacers isso diminuiu um pouco. Apesar de não merecer o dinheiro que ganha e de marcar muito mal, Murphy é importante com seus chutes de três em fins de jogos e seus rebotes – sua média de 11,3 rebotes é a melhor de sua carreira. Mas o custo benefício não vale a pena.

Ike Diogu

Não teve chances com O’Brien, além de sofrer com uma séria contusão no início da última temporada. Para mim, ele foi injustiçado. Hoje ele está no Blazers, com menos chances de quadra ainda. Torço e acredito muito no potencial desse rapaz.

Keith McLeod

Esse peregrino foi apenas um contrapeso na troca. Saindo do Pacers ele foi jogar na Lega Basket, da Itália, pelo Montepaschi Siena. Não durou muito. No ano passado ele passou três meses no Dallas Mavericks e hoje está no Albuquerque Thunderbirds, da D-League.

Stephen Jackson

Melhorou muito com a mudança de ares, tanto seu jogo quanto sua mente. Todos se lembram do Jackson do Pacers chamando Richard Hamilton pra mão naquele lastimável briga em Detroit e depois batendo em vários torcedores nas arquibancadas. Mas hoje ele é o capitão da equipe do Warriors. Na costa Oeste seus números são os melhores da carreira. Mas o técnico Don Nelson tem problemas com vários jogadores, incluindo Jackson, o que pode levar o ala a deixar o time na próxima temporada.

Al Harrington

Considerado problemático fora da quadra e com um alto salário, Al Harrington foi trocado mesmo com o discurso “Indiana é meu lar”. Em sua primeira passagem pelo Pacers ele nunca foi um jogador espetacular. No Hawks ele foi muito bem e retornou ao Pacers depois de dois anos. Na volta ele não foi bem e foi incluído no pacotão. Na Califórnia ele não se encontrou e também teve problemas com Nelson, o que o fez ser trocado novamente. Hoje no Knicks ele vem tendo o melhor ano de sua carreira, com 21,4 pontos de média (jogando no Knicks).

Sarunas Jasikevicius

Entrando na NBA já velho, Sarunas jogava rasoavelmente bem em Indiana, mas foi envolvido na troca por ter um salário relativamente alto. No Warriors ele não teve nenhuma chance, obrigando-o a retornar à Europa. Hoje ele está no Panathinaikos, da Grécia. O lituano tem mágoas dos tempos de Pacers, mais especificamente do treinador Rick Carlisle.

Josh Powell

O outro contrapeso da troca está hoje no Lakers, mas também não tem muitas chances.

Anúncios

Comentários»

1. CLAUDEMIR FERREIRA - 17/01/2009

TORÇO MUITO PARA Q O INDIANA VOLTE A SER AKELA FORÇA DE TEMPOS ATRAS DA NBA,AINDA VEREI MEU TIME SER CAMPEÃO DA LIGA !

PACERS FOREVER.

2. tiagoxed - 17/01/2009

Eu gostava do Saras, pra mim ele deveria estar na equipe ate hoje. Seria um excelente jogador experiente na armacao. O Carlisle nao deu chances pra ele.

3. Thiéres Rabelo - 17/01/2009

Gostava do Harrington. Tinha identificação com o time e a cidade. Tomara que ele volte ano que vem, mas não com o salário atual.

4. Felipe Masotti - 19/01/2009

Saras nunca teve jeito pra NBA. Coitado, gostei quando ele veio, mas nunca rendeu o que deveria.
Essa troca foi uma merda, gostava muito do Jax e do Harrington, mas vejo agora que foi necessária, apesar dos altos salários de Murphy e Dunleavy.
Ike também merecia chances, mas nunca fez por merecer.
É engraçado ver esse time hoje ganhando uma identidade, achei que demoraria mais tempo pra isso acontecer.


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: