jump to navigation

Indiana batalha, mas não o bastante – Pacers 106 x 112 Bulls 28/03/2009

Posted by Thiéres Rabelo in Pós-jogo.
trackback
Granger faz bandeja no meio de três defensores (Randy Belice/NBAE via Getty Images)

Granger faz bandeja no meio de três defensores (Randy Belice/NBAE via Getty Images)

Em dia de quebra de recordes, o Pacers foi até Chicago e sofreu sua 43ª derrota em 73 jogos, perdendo a chance de deixar a lanterna da Divisão Central. Já o Bulls, que venceu a quarta seguida, consolida ainda mais sua sétima posição na conferência Leste, com a campanha de 36 vitórias e 38 derrotas.

Danny Granger liderou Indiana com 32 pontos. Com os quatro arremessos de três que acertou na partida, ele ultrapassou Chuck Person e é o terceiro jogador na história da franquia que mais acertou arremessos de três (468). O primeiro colocado é Reggie Miller, com 2.560, e o segundo é Bill Keller, com 506.

Outro recorde, este pessoal, foi de Brandon Rush. O calouro fez a melhor apresentação da carreira, anotando 29 pontos, com 68,4% de acerto dos arremessos de quadra (13 em 19). Sua melhor marca anterior era de 22 pontos, em dezembro, contra o Nets.

O desempenho de Rush hoje confirma a boa fase que o jovem ala vive. Foi o quarto jogo seguido com duplos-dígitos em pontos e mais de 30 minutos em quadra.

Vindo do banco, T.J. Ford anotou 14 pontos, deu seis assistências e pegou sete rebotes. Jarrett Jack não esteve bem ofensivamente (graças a Derrick Rose), anotando apenas 10 pontos. Porém ele conseguiu dar nove assistências, sua melhor marca da temporada. Jeff Foster pegou 18 rebotes, igualando sua melhor marca da carreira.

Troy Murphy, que de acordo com Jim O’Brien poderia jogar, ficou de fora, prejudicando muito o já desfalcado time.

Pelo lado do Bulls, Ben Gordon foi o cestinha com 25 pontos, seguido de John Salmons, com 22, Tyrus Thomas, com 18, Brad Miller, com 17, e o calouro Derrick Rose, com 16.

Neste domingo Indiana volta a Indianápolis, onde recebe o lanterna da Conferência Leste Washington Wizards, às 20h (horário de Brasília).

Na quadra

Indiana deu um grande susto nos donos da casa durante o primeiro quarto. Com 18 pontos de Rush (8 de 10 nos arremessos), o Pacers ganhou por 35 a 21. Ambos os times utilizaram-se de pequenas rotações, com os quintetos titulares em quadra praticamente todo o quarto. Indiana acertou incríveis 55,6% dos arremessos.

Contudo, o Bulls correu atrás do prejuízo e conseguiu voltar ao jogo no segundo quarto. Com uma também arrasadora vitória de 33 a 23, os anfitrões cortaram o déficit de 14 para apenas quatro pontos no intervalo. Ben Gordon mal percebeu a presença do baixo T.J. Ford em sua marcação e fez 13 pontos no quarto, 15 no total. Danny Granger anotou dez no quarto e totalizava 21.

Na volta dos vestiários, Indiana tinha a dianteira pelo placar de 58 a 54, mas o Bulls não tirou o pé do acelerador e também venceu o terceiro quarto, pelo placar de 33 a 24. Gordon continuou jogando bem, anotando oito pontos neste quarto. Ao fim do período, Chicago liderava por 87 a 82.

Fazendo rapidamente sete pontos no início do último quarto, contra dois do Pacers, o Bulls liderava por dez pontos, sua maior vantagem da partida. Mas Indiana acordou e voltou ao jogo, conseguindo cortar para apenas dois a vantagem dos anfitriões, com o placar de 94 a 92.

A partir daí o equilíbrio predominou. A cerca de três minutos para o fim do jogo, o placar se encontrava empatado em 102. Chicago fez cinco pontos seguidos e liderava por 107 a 102. T.J. Ford fez duas bandejas rápidas, deixando o jogo em 109 a 106 para o Bulls, a 56 segundos do fim. Porém os visitantes não fariam mais pontos neste período e os donos da casa acertariam três lances livres, garantindo o triúnfo.

Anúncios

Comentários»

1. Murilo Carnelosso de Jesus - 29/03/2009

É, o restinho de esperança que poderíamos ter,
acabou ontem… Mas agora é tentar draftar um bom
jogador, que junto com Granger, Murphy, Rush, Hibbert, cia
levantem o nome da franquia na temporada que vem.

E tenho uma pergunta: alguém sabe me dizer se o Rush chegou
a marcar o Ben Gordon?

2. Thiéres Rabelo - 29/03/2009

No primeiro quarto foi o Rush sim, mas no segundo foi o Ford, se não me falha a memória. Daí pra frente eu não sei dizer, pois acompanhei o jogo apenas pelo rádio. =\

3. Murilo Carnelosso de Jesus - 29/03/2009

Valeu, Thiéres!

E então mais legal ainda, porque no 1º quarto o Gordon só marcou 2 pontos!

4. rennan de morais oliveira - 22/01/2010

murilo vc por aki?
é vc mesmo?
kkkkkkkkkkk


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: