jump to navigation

Onde estava? 04/11/2009

Posted by tiagoxed in Artigo, Notícias.
trackback

sb10064543h-001Isso é o que um líder faz – aquilo que Granger não se importou em fazer – depois da apresentação pífia contra o Denver Nuggets. Essa foi a terceira derrota seguida e a terceira apresentação pobre na temporada.

Um líder, o cara com o maior contrato, a cara da franquia, ele continua na quadra após um jogo fraco e faz o seu melhor para explicar o que aconteceu. Não importa se ele não tem as respostas para uma derrota. Perguntamos a TJ Ford, que continuou na área como quase todos os jogadores, o que aconteceu e ele disse exatamente isso:

“Eu não sei…eu não sei (balançando a cabeça)…eu não sei…eu não sei”

Ao menos Ford estava lá. Ao menos os companheiros de Granger estavam la, respondendo aos repórteres como um time que era bem ofensivamente conseguiu se tornar ruim e entediante no ataque.

E onde estava Granger? Quando a imprensa chegou, ele ja tinha ido e seu armário estava limpo e vazio. Alguém consegue imaginar Peyton Manning sumindo apos uma derrota dolorosa do Colts? Eu nem consigo contar quantas vezes Manning ficou lá após uma derrota brutal nos Playoffs e respondeu perguntas e mais perguntas, dando um replay de seu pesadelo em campo.

Isso é o que os líderes fazem. Não somente colocar números altos no box-score e aparecer no jogo das estrelas. Nós já sabemos que Granger faz isso.

Não faça isso pela imprensa, faça pelos fãs, que querem saber o que os jogadores estão pensando, o que está acontecendo com o time.

Na quadra, ele se apaixonou pelo arremesso de três pontos. Dos seus 54 arremessos essa temporada, 32 foram de três. A equipe dele necessita que ele leve a bola para a cesta, sendo agressivo, sendo o melhor jogador da equipe. Fora de quadra, precisa que ele cumpra suas obrigações como o jogador mais bem pago, de melhor perfil no time.

O que vale ser frisado é que o importante agora não é a questão de estarmos perdendo e sim que as derrotas estão sendo um massacre. Ao menos na temporada passada era divertido assistir aos jogos. Eles movimentavam a bola bem, criavam jogadas, era um estilo livre de jogo.

Agora?

“Eu acho que os titulares movimentaram bem a bola, francamente. Os novos na equipe, mesmo talentosos ofensivamente, não entendem ainda o que nós fazemos com o nosso passing game”

Anh? Esses titulares foram superados em 76 pontos nos três primeiros jogos. Setenta e seis. Os titulares estão na quadra parecendo um bando de pessoas esperando um ônibus.

Texto: Bob Kravitz, do IndyStar.
Tradução: Tiago Machado, do Pacers Brasil.

Anúncios

Comentários»

1. Murilo Carnelosso de Jesus - 04/11/2009

Isso é grave…

O Granger tem que ser o líder, e não dar um perdido quando o time tem uma derrota forte…

Tem bastante coisa errada no time, porque o Rush tá brigando com o O’Brien, o Granger não mostra a liderança… Esse time precisa tomar uma sacudida pra acordar pra vida!

VAMO PACERS!!!!

2. claudemir ferreira - 05/11/2009

ESPERO Q DPOIS DA VITORIA CONTRA O KNICKS,TDO VOLTE AO NORMAL
COM OS JOGADORES E A COMISSÃO TECNICA EM SINTONIA !


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: