jump to navigation

Harrington e Knicks põem fim na série de vitórias do Pacers – Knicks 110 x 103 Pacers 19/11/2009

Posted by Thiéres Rabelo in Pós-jogo.
trackback
Sozinho no segundo tempo, Dahntay Jones não conseguiu evitar a fantástica virada (foto de Charlie Nye - INDIANAPOLIS STAR)

Sozinho no segundo tempo, Dahntay Jones não conseguiu evitar a fantástica virada (foto de Charlie Nye - INDIANAPOLIS STAR)

De maneira espetacular – não exatamente para nós torcedores do Pacers – o New York Knicks foi ao Conseco Fieldhouse e, com uma inacreditável virada, pôs fim à série de cinco vitórias do Pacers e à série de seis derrotas que passava. Indiana agora prepara-se para um duro compromisso contra o Cavaliers, o primeiro confronto de divisão da equipe.

Danny Granger foi o destaque do Pacers, com 33 pontos (acertando 12 dos 18 arremessos de quadra) e sete rebotes, mas 30 desses pontos foram feitos no primeiro tempo e apenas três no segundo. Ele também foi expulso pela sexta falta, quando restavam menos de um minuto e meio para o fim da partida e New York vencia por apenas um ponto, ou seja, a derrota pode ter se concretizado neste fato.

Dahntay Jones continua sua ótima temporada. Ele registrou ontem 25 pontos, pegou seis rebotes, deu dois tocos e roubou duas bolas. Roy Hibbert conseguiu novo double-double, com 14 pontos e 12 rebotes, além de dois tocos. O calouro Tyler Hansbrough esteve em quadra por 20 minutos, anotando 14 pontos, pegando cinco rebotes e dando um toco.

 

Harrington feliz por voltar a sua casa, antes e depois da partida (foto de Charlie Nye - INDIANAPOLIS STAR)

Harrington feliz por voltar a sua casa, antes e depois da partida (foto de Charlie Nye - INDIANAPOLIS STAR)

 

Brandon Rush e T.J. Ford novamente foram muito mal no ataque. Juntos, totalizaram nove pontos, acertando dois arremessos em 14 tentativas, e cinco erros de ataque. A subida de produção dos jogadores de frente do quinteto titular vem ocasionando a queda da mesma entre os jogadores de perímetro.

Os destaques do Knicks foram o ex-Pacers Al Harrington, que, do banco, fez 26 pontos, Larry Hughes, também do banco, com 22 pontos, dez rebotes e sete assistências, Wilson Chandler, com 18 pontos, e David Lee, com 17.

Amanhã o Pacers retorna ao Conseco Fieldhouse, onde recebe a visita dos vice-campeões da Conferência Leste, o Cleveland Cavaliers, no primeiro confronto de divisão da temporada. Confrontos de divisão são um dos principais critérios de desempate na classificação. Espera-se que a equipe repita a atuação que teve contra o Boston Celtics no último sábado e surpreenda a todos. Mas parece que a história do ano passado quer se repetir.

Na quadra

O Pacers dominou por completo o primeiro tempo, com uma apresentação monstruosa de Danny Granger. Na ida para os vestiários, o time da casa liderava por 69 a 54. Como aconteceu no jogo contra Boston, onde Granger anotou 20 pontos e atraiu toda a marcação do adversário no segundo tempo, ele anotou 30 nos primeiros 24 minutos de ontem, 17 no segundo quarto.

Na segunda metade do jogo, como esperado, a marcação apertou para cima do All Star hoosier. Mas ao contrário do que aconteceu no sábado, quando os outros jogadores conseguiram contribuir, o time errou muitos arremessos e não soube conter Harrington e Hughes, que anotaram, ambos, 19 pontos nos dois últimos períodos. Em todo o segundo tempo Indiana conseguiu apenas 34 pontos, sendo 13 deles apenas com Dahntay, o que mostra o tamanho da dependência ofensiva que a equipe tem em Granger.

No início do último quarto, o Pacers ainda conseguiu abrir 12 pontos de dianteira, mesmo tendo que mandar Granger ao banco por excesso de faltas no início do período. Nos seis minutos finais do jogo, com Harrington e Hughes pegando fogo, Indy não conseguiu conter a iminente virada dos visitantes, que chegou a três minutos do fim. De forma heróica, New York conseguiu se impor e não apenas virou o marcador, mas abriu onze pontos de vantagem nos dois últimos minutos de jogo e celou o triúnfo.

Melhores momentos

Anúncios

Comentários»

1. Murilo Carnelosso de Jesus - 19/11/2009

É, uma daquelas derrotas bestas que não podem acontecer…

O time do New York não é ruim, mas o jogo era em casa…

E o pior, abriu 12 pontos no último quarto, e conseguiu levar a virada e deixar abrirem ainda no final…

Que essa derrota sirva de lição, e que entrem com “sangue nos olhos” pra enfrentar o Cleveland! Derrotamos o Boston, podemos derrotar o Cleveland!

VAMO PACERS!!! EU ACREDITO!!!!


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: