jump to navigation

Estamos perto do nosso limite? 12/12/2010

Posted by joao in Artigo.
trackback

O Pacers depende muito desses três

Um dos comentários do ultimo post foi essa, eu pensei muito a respeito e resolvi fazer um post. Primeiramente, essa é uma opinião minha não é e nunca vai ser a pura verdade.

Eu acho que o Pacers desse ano está sim perto do limite, tudo, porque o Pacers depende muito da evolução de jogadores importantes e não vai ser nessa temporada que vão evoluir tudo o que podem.

Sobre o técnico, eu vou colocar trechos feito pelo BolaPresa, nesses trechos fala exatamente tudo o que eu penso sobre o Jim O’Brien.

Pois é, a reconstrução do Pacers não foi nada boa e Jim O’Brien não teve grande sucesso com o time. Ele até conseguiu impor seu ritmo veloz, as bolas de três (duas características que fizeram florescer o jogo do Danny Granger), mas sempre faltaram muitas peças para fechar o time. Um armador, principalmente. E nem o assistente Dick Harter, que se aposentou ao fim da temporada passada, conseguiu arrumar a defesa. Tá bom que ter a 14ª melhor defesa da liga com o elenco que tinham no ano passado foi uma vitória homérica, mas não o bastante para alguém ter percebido isso.

“É uma pena que Harter tenha parado, porque é possível que esse seja o primeiro ano que o Pacers tenha peças o bastante para montar um time decente desde que Jim O’Brien assumiu. Uma curiosidade de Harter é que ele já havia trabalhado no Pacers antes, em 2000, quando o time foi até a final da NBA contra o Lakers. Naquela época o Larry Bird era o técnico do time e creditou à defesa montada por Harter o fato do time ter ido tão longe.”

O Roy Hibbert está se mostrando um ótimo pivô e é uma das estrelas futuras da equipe, nascido apenas em 87, ele é um baita pivô, com belos post moves. Ainda falta ele pedir mais a bola, evoluir sua defesa e ter mais vontade nos rebotes.  Ele ainda é novo e vai evoluir mais na próxima temporada. Espero que daqui a umas 2 temporadas ele seja o que o Dwight Howard é para liga.

O Darren Collison é outro que depende de mais tempo para evoluir, o Darren evoluiu pouco em relação à temporada passada, tudo porque agora não tem como professor o Chris Paul, que eu considero o melhor armador da NBA atualmente, mas agora ele tem mais minutos, mostrou que tem talento para ser um grande armador, alem de ter caído muito bem no esquema do Jim. Ele sabe organizar o jogo, sabe atacar a cesta muito bem, joga simples e muito eficiente. Ainda falta evoluir bastante no seu jogo, o seu arremesso de média distancia não é muito confiável, tem momentos do jogo que ele afoba e obriga o JOB usar outro para trazer a bola e armar a equipe (esse trabalho é feito normalmente pelo Granger). Collison ainda tem muito que evoluir, vai ter muito tempo para isso, e tenho esperanças de que ele vai ser um baita armador no futuro.

Danny Granger, este quase não tem defeitos. Ele sabe arremessar muito bem, de média e longa distância, sabe jogar de costas para a cesta, sabe defender bem, sabe quando jogar sozinho e quando jogar com a equipe. Bem, ele tem alguns “defeitos” que o faz ser “underrated” que é não chamar o jogo totalmente para ele, ele é tipo o jogador que você pensa “pô, o cara tá sumido na partida” e depois quando você vê o boxscorer tem lá 25 pontos na conta.

Brandon Rush está tendo uma ótima temporada, mostrou sua evolução ofensiva e está sendo um ótimo jogador para “desafogar” o Danny Granger com os pontos. Rush já era ótimo defensivamente, agora, ele está um jogador mais completo e está tendo sua importância no elenco.

Lance Stephenson, este está mal tendo minutos e eu queria muito ver ele jogando. Na Summer League ele foi muito bem e mostrou que é um defensor como poucos, alem de ir muito bem no ataque. Lance na Summer League mostrou porque a comparação no site nbadraft.net era com o Ron Artest, outro conhecido pelos torcedores do Pacers. Bom, acho que ele tinha um ótimo futuro, mas para ele evoluir, deveria jogar mais minutos e não ficar só nos treinamentos. Lance ” estragou” sua temporada de rookie, tudo porque empurrou a namorada escada abaixo e está tomando processo na cabeça. Ele pode ser um jogador para o futuro da posição 2 da equipe, eu apostaria nele.

Mike Dunleavy está indo bem jogando como segundo armador, vem tendo uma temporada até convincente, com bons jogos, mostrando ser um arremessador confiável. Mal tenho a falar dele, tudo porque ele não dá ibope quanto os outros jogadores.(rsrs). Porem não o considero um jogador para ser titular assim, como reserva seria ótimo, teria bons minutos, chegaria no jogo para acertar bolas de 3. Com ele no titular não da para esperar muito este ano.

Tyler Hansbrough foi um dos melhores jogadores universitários dos últimos anos, mas sempre foi contestado por ser baixo para a posição, esse é um dos motivos para o Larry Bird ter o escolhido. No seu ano de Rookie ele foi ótimo enquanto durou, fez boas partidas, mas por causa de uma contusão deixou de jogar. Agora, recuperado da lesão no ouvido, Tyler vem jogando bem, mostrando ser um ótimo jogador, e para mim, melhor até que o McRoberts que vem assumindo a titularidade até agora. Hansbrough precisa de mais minutos, para evoluir mais e ser um bom jogador, para no futuro, ser um ótimo reboteiro e ajudar em uma possível grande campanha.

Josh McRoberts, o atual titular é bem limitado e só, acho que ele está na posição de titular por causa da sua vontade e suas enterradas que, para um branquelo, são enterradas sem noção.(veja do que eu estou falando no vídeo abaixo). Ele tem muito o que evoluir, mas já tem várias temporadas e mal evoluiu, seria apenas um role player no futuro do Pacers, para mim, esse é o limite dele.

James Posey, vem tendo uma boa temporada, chutando bem de três e sendo um ótimo reserva para o Danny Granger até agora. Pena que é velho e não vai durar por muito tempo no elenco, não tem mais tempo para evoluir no seu jogo, então, esse é o limite dele.

Paul George, o vi jogar pouco até agora, mostrou que é um bom jogador, tem suas falhas de rookie, mas é promissor. Chego a pensar que foi burrice ter pego um jogador da mesma posição que o Granger, alem que o George mal está sendo usado. Era melhor ter pego um jogador na posição 2, ou um armador confiável , poderia ter sido o Xavier Henry que é um bom jogador e joga de 2, bom arremesso e foi escolhido na posição 12(2 a menos que a escolha do Pacers, 10), ou até o armador que chegou de contusão Avery Bradley que mostrou ser um bom jogador na Universidade.

Com toda essa análise eu concluo que o Pacers está sim quase no seu limite nessa temporada. Para o futuro, tem ótimas peças, como Darren, Hibbert, George, Tyler e Granger. Todos são novos, tem tempo para evoluir e provavelmente vai dar uma bela equipe no futuro. Para essa temporada, espero um time tipo 41-41, que vai arrancar uma vaga nos playoffs, mas nada alem disso.

E vocês leitores, o que acham do Pacers desse ano? e como imaginam o Pacers no futuro?

Anúncios

Comentários»

1. Hugle - 12/12/2010

Concordo plenamente a nossa sorte é que outros times do leste estão muito ruins e poderemos chegar aos Playoffs. Para mim a única alternativa de termos um time como o de 2000 e de 2004 é nos livrando no próximo ano de Mike Dunleavy, TJ Ford e buscarmos mais 1 homem de garrafão e 1 ala de força. Também acho que Jim O’Brien está com prazo de validade vencendo. Até entendo o pensamento do Bird de utilizá-lo nesse momento de crise técnica que assola o time desde o processo de refomulação para desenvolover esses jogadores em nível de pontuação, mas para pensarmos em algo melhor ele na minha visão não encaixa mais nesse processo.

2. joao - 13/12/2010

Verdade, ele é bom tampando o buraco agora. Mas se quiserem vencer bastante no futuro, precisarão de um exelente técnico. Há muitos novos técnicos na NBA, eu escolheria o que tem mais uma visão defensiva para o time. Não é pura sorte que os times que sempre estão na final e os que mais ganharam na década, estão com uma defesa melhor que o ataque(no ranking da NBA). Defesa ganha titulos.

3. Hugle - 13/12/2010

O importante não é fazer mais pontos que adversário e sim que o mesmo faça menos que a gente. Se o Pacers não tiver consistência defenciva tal como o Boston tem. Não chegaremos a lugar algum.


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: